Archive for the ‘Omega Pharma – Lotto | arquivo’ Category

Gilbert uma vez mais

Quinta, Setembro 15th, 2011

Philippe Gilbert demonstrou, uma vez mais, o seu domínio em provas de um dia e impressionou com a vitória no GP Wallonie.

A 1300 metros da meta, na derradeira subida da Citadela de Namur Philippe, vestindo as cores de campeão Belga aos comandos da sua Canyon Aeroad, atacou e nenhum outro corredor foi capaz de responder. Nos últimos 250 metros o campeão Belga olhou diversas vezes para trás para ver que nenhum dos seus rivais estava perto.
Gilbert rolou então sozinho nos últimos metros, celebrando a sua 24ª vitória da temporada. Dois segundos depois, entrou o Francês Julien Simon (Fdjeux) que venceu o sprint dos perseguidores à frente dos Belgas Björn Leukemans (Vacansoleil) e Bert de Waele (Landbouwkrediet).

O terceiro classificado Leukemans afirmou que poucas hipóteses havia uma vez que Gilbert tomou parte na corrida.
Ao vencer este GP Wallonie de primeira categoria, Gilbert aumentou ainda mais a sua liderança no Ranking UCI World. O vencedor do Tour de France, Cadel Evans, ocupa o segundo lugar bem atrás de Gilbert.

Gilbert continua na corrida à vitória das clássicas

Quinta, Agosto 4th, 2011

Philippe Gilbert (Omega Pharma- Lotto) continua na corrida à vitória das clássicas, vencendo a “Clasica San Sebastian”. Após a vitória nas Clássicas das Ardenas, o campeão Belga venceu também a corrida Basca do World Tour com 234 quilómetros. Gilbert atacou a 4 quilómetros do final saíndo de um grupo em fuga, tendo sido capaz de manter uma distância de 12 segundos sobre o Espanhol Carlos Barredo (Rabobank) até cruzar a linha da meta. Barredo já venceu o evento em 2009.

no images were found

“Estou muito satisfeito com esta vitória”, disse um Gilbert feliz logo após o final. “Queria realmente vencer as grandes clássicas e hoje, dei mais um passo no sentido de alcançar o meu objectivo. Os meus próximos eventos são o Eneco-Tour, a Vattenfall Cyclassics, o GP Plouay e as corridas no Canadá. Depois disso, ficaria feliz em vencer o campeonato do mundo de estrada”.

Após o Tour de France, o campeão Belga não teve um único dia livre. Comentou, “A semana passada foi muito stressante. Após o Tour tomei parte em inúmeros critériums e tive sempre de me deitar muito tarde – por volta das 23 ou meia noite e, por vezes, até 2 da manhã. Ontem tomei parte no Criterium St. Niklaas e viagei para o evento de jacto particular, o qual aterrou pelas 2 da manhã”. Em virtude deste hábitos irregulares de sono, acrescentou, “Sinto-me mais como um Espanhol”.

 

Omega Pharma-Lotto no arranque da época de Clássicas Belga 2011

Terça, Março 1st, 2011

A equipa Pró Belga Omega Pharma-Lotto iniciou a época de Clássicas Belga 2011 com um resultado sólido no passado fim de semana. No arranque da época Belga, a Omloop Het Nieuwsblad teve lugar Domingo. O vencedor da corrida Sebastian Langveld atacou na subida Eikenberg e celebrou em Gent. Atrás, os favoritos como Philippe Gilbert jogaram o jogo do espera em condições frias e molhadas. O corredor da Omega Pharma-Lotto, Jürgen Roelandts teve um forte desempenho no grupo perseguidor de Langveld terminando no top 10.

André Greipel no pódio em Kuurne

Na 64ª edição da Kuurne-Brussel-Kuurne no passado Domingo 27 de Fevereiro, 196 corredores estiveram na partida no hipódromo de Kuurne. Após a chuva de Sábado, os corredores ficaram contentes pela estrada estar seca apesar de preocupados com os fortes ventos. Com duas passagens em falta à volta de Kuurne, Lars Bak desferiu um ataque e o antigo campeão Dinamarquês abriu um espaço de 30″ que conservou até final. O sprinter da Omega Pharma-Lotto Andre Greipel teve um forte sprint a alcançou o pódio mas esperava um resultado melhor. O sprinter Alemão referiu no final “A equipa fez um excelente trabalho mas perdi a roda na última curva e assim, tive de ir dos 800 metros até aos 300 metros por minha conta de forma a ficar na frente. Depois, quase que consegui mas, não estive com sorte.”

Gilbert arrebata primeira vitória da temporada para a Omega Pharma – Lotto

Quarta, Fevereiro 16th, 2011

Philippe Gilbert assegurou hoje a sua primeira vitória da temporada para a Omega Pharma – Lotto na Volta ao Algarve. Foi capaz de escapar a 1 quilómetro da meta e cruzou-a 5 segundos à frente de Gerald Ciolek. Os lugares do pódio completaram-se com o colega de equipa de Gilbert, Andre Greipel. Graças às bonificações de tempo, Gilbert tem agora 9 segundos sobre Ciolek e 11 sobre Andre Greipel.

algarve1

Posição de condução optimizada no túnel de vento da Mercedes GP

Quarta, Fevereiro 9th, 2011

A 27 de Janeiro fomos até ao Drag2zero no túnel de vento da Mercedes GP. Tenho de admitir que quando vi toda a infraestrutura e o camião da equipa de Formula 1 senti um pouco de inveja. Pensamos sempre que nos empenhamos imenso mas, comparado com a Formula 1, o desporto de ciclismo é uma gota no oceano. A equipa de Formula 1 tem 12 camiões com equipamente com o qual apenas sonhamos. Eles têm, no entanto, um orçamento bem maior que o nosso. Senti-me feliz por estar entre os convidados.

O resultado foi também surpreendente. Nunca pensei que teríamos tanta margem de manobra para melhorar. Como na maior parte das vezes, é nas pequenas coisas que se fazem as grandes diferenças. Se, por exemplo, simplesmente alongamos os punhos então melhoramos de forma significativa a aerodinâmica e o capacete deve tocar sempre as costas do rider. Fora isso, não é possível generalizar uma vez que todos nós somos diferentes e a circulação do ar à volta do corpo do rider varia.

Os 3 corredores ficaram muito satisfeitos. Ao longo de dois dias, investiram o seu precioso tempo e, fico sempre contente quando tal exercício tem tal desfecho valendo a pena como foi aqui o caso. Agora, é com os corredores e à sua adaptação à nova posição de condução sobre a bicicleta quando treinarem de forma a tornarem os resultados mensuráveis.

O nosso camara também nos acompanhou a Inglaterra e foi bem sucedido na captura de algumas imagens – o que não foi fácil uma vez que filmar neste complexo está proibido. Divirta-se com o filme!

Fiquem bem,
Michael

Nunca percam o ritmo!

As novas contratações da Omega Pharma-Lotto

Sexta, Novembro 12th, 2010

A época de 2010 terminou e os prós estão agora a carregar baterias antes de começarem os treinos e prepararem a nova temporada. 2011 promete ser de excitação para a Omega Pharma-Lotto porque todos contam com mais vitórias que este ano. Isto não é surpresa uma vez que a equipa conta agora com um dos melhores sprinters da actualidade, nomeadamente Andre Greipel. Greipel foi o pró com maior sucesso em 2010 em termos de vitórias e estará na corrida à medalha de ouro em 2011 para a equipa Omega Pharma-Lotto. No entanto, existem também outros novos corredores na equipa. Esta inclui jovens corredores cheios de talento assim como prós cheios de experiência. Aqui, poderá ler tudo sobre o que cada rider tem de especial assim como os seus maiores sucessos até à data.

André Greipel

Ao longo dos últimos anos, a equipa Omega Pharma-Lotto sentiu a falta de um sprinter de topo. Apesar de vários corredores da equipa estarem sempre nos sprints finais, nunca tiveram a capacidade de se imporem nas corridas. Como Andre teve de fazer de escudeiro de Marc Cavendish na sua anterior equipa, a proposta assentou-lhe que nem uma luva quando se juntou à equipa Belga de forma ampliar as suas ambições. O pró com maior número de vitórias em 2010 irá atacar novamente em 2011 e terá com toda a certeza uma palavra a dizer nos spints em massa. Na época de 2010 só o Andre arrebatou 21 vitórias sendo assim o rider com maior número de vitórias da época. Para 2011 será sua a tarefa de arrebatar o maior número de vitórias o mais cedo possível retirando, deste forma, alguma pressão dos restantes corredores Belgas com vista a poderem competirem nas primeiras corridas em casa de forma mais relaxada e concentrarem-se em ter um nível de desempenho óptimo.

www.andregreipel.de

Marcel Sieberg

Na época passada foi o ajudante mais importante de Andre Greipel e será também membro da equipa Omega Pharma-Lotto para 2011. O nativo de Castrop-Rauxel, amigo de Andre Greipel, é um corredor excepcional de clássicas e também sprinter. Está pre-destinado a ajudar novamente o Andre. Com 28 anos, esteve 3 anos no Team Columbia e foi capaz de mostrar o seu valor em inúmeras corridas. O seu maior sucesso até à data foram o 4º lugar no Campeonato Alemão e o 3º lugar no Mallorca-Challenge.

www.marcelsieberg.de

Frederik Willems

Após ter estado 4 anos na Liquigas o pró Belga regressa agora a a casa e correrá a próxima época pela equipa Omega Pharma-Lotto. Em 2001 Willems venceu a corrida Seraing-Aken-Seraing e juntou-se posteriormente à equipa Mapei-Quick Step em 2002. Em 2005 transferiu-se para a Chocolade Jacques e venceu a primeira etapa do Etoile de Bessèges em 2006 assim como a classificação geral.

www.frederikwillems.be

Jurgen Van De Walle

O experiente Jurgen van de Walle é um corredor com o qual podemos contar. Entrega todo o seu apoio ao chefe de fila de forma a este poupar energias valiosas. Será assim um elemento importante da cadeia na equipa Omega Pharma-Lotto. Jurgen van de Walle iniciou a sua carreira em 1999 com a Palmans e em 2000 venceu uma etapa do Circuito Montañés. Em 2006 transferiu-se para a equipa Quick Step. Nos seus 4 anos com a Quick Step venceu uma etapa da Volta ao Qatar e em 2009 e 2010 venceu o Halle-Ingooigem.

Klaas Lodewyck

Klaas Lodewyck venceu a versão júnior da Clássica da Primavera Omloop Het Volk. Em 2007 competiu com a equipa júnior de Wielergroep Beveren 2000 e venceu uma etapa em ambas provas: Reonde de l`Oise e Triptyque des Barrages. Apenas um ano depois assinou contrato com a Rabobank Continental Team e, depois disso com a Vlaanderen-Mercator. Klaas dará o seu apoio à equipa nas corridas clássicas de um dia e, especialmente, quando estas tiverem lugar em solo Belga.

Gert Dockx

Após terminar segundo no Giro Della Toscana na categoria júnior, Gerd Dockx mereceu por ele próprio um contrato de pró cedo em 2006. O seu sucesso no U23 Omloop Het Volk em 2007 e a sua vitória de etapa no Ronde de I`lsard d´Ariége um ano depois, fazem dele uma mais valia para a equipa Omega Pharma-lotto juntamente com Andre Greipel.

http://gertdockx.net/

Sven Vandousselaere

Em 2003 e 2004 Sven Vandousselaere venceu uma etapa no Luxembourg Junior Criterium Européens des Jeunes. Em 2006 venceu o Ster van Zuid-Limburg, o Giro della Toscana, o Driedaagsen van Axel e o Kroz Istru. Em complemento, venceu ainda a versão júnior do Tour de Flandres e o Omloop Mandel-Leie-Schelde. Desde 2007 compete com a equipa Continental Belga Davitamon-Win para Life-Jong Vlaanderen. Neste período foi capaz de vencer duas etapas em ambas corridas: Tour du Loir-et-Cher e Tour de Normandie.

http://svenvandousselaere.be/

Bart De Clercq

O novo pró da Omega Pharma-Lotto descobriu a sua paixão pelo ciclismo desde muito novo e está agora a colher os frutos do seu esforço após conseguir um contrato enquanto pró. O Belga estava já ligado à equipa em território nacional mas agora, com o seu novo contrato, terá a possibilidade de tomar parte na sua corrida preferida (Tour de Flandres) e apoiar o seu capitão Belga.

http://users.telenet.be/bartdeclercq/

Jens Debusschere

Em 2006 Jens Debusschere tornou-se campeão Belga de Pista. Um ano depois, renovou o título mas, desta vez, na Estrada. Em complemento, venceu a versão júnior do Tour de Flandres. Estes resultados fizeram com que assinasse contrato enquanto local na equipa Continental Belga Topsport Vlaandern-Mercator. Este ano competirá também como local pela Omega Pharma-Lotto mas irá dar o salto para o circuito pró.

Adam Hansen

Um dos trunfos pelas vitórias de Andre Greipels em 2010 foi, sem dúvida, o Australiano Adam Hansen. Juntamente com o Alemão, também ele se junta à equipa Belga e correrá com as cores da Omega Pharma-Lotto pela primeira vez no Tour Down Under. O seu principal objectivo será ajudar Andre a defender o seu título.

http://www.adamhansen.com/

Vicente Reynes

O Espanhol Vincente Reynes, nascido em 1981, iniciou a sua carreira em 2003 com uma pequena equipa Portuguesa, a L.A. Pecol. Um ano depois transferiu-se para a Illes Balears-Banesto onde alcançou bons resultados em provas de sprints e venceu também uma etapa do Paris-Nice. Em 2007, terminou 3º no Trofeo Mallorca e 4º na Ruta del Sol. Em 2008 Reynes assinou contrato com a Team Columbia.

David Boucher

David Boucher foi vice-campeão Francês em U23 no Campeonato Nacional de cyclo-cross em 2002. Em 2003 Boucher terminou 2º da geral no Tour du Loir-et-Cher e no Ronde van Vlaams-Brabant. Venceu ainda o Spa Arden Challenge e o Ronde van Antwerpen. A seguir a estes sucessos transferiu-se como local para a Marlux-Wincor-Nixdorf no mesmo ano. Mais tarde. transferiu-se para a Oktos-Saint Quentin. Em 2004 foi capaz de vencer etapas do Tour du Loir-et-Cher, do Tour de Bretagne e do Tour de la Somme. Após curtas passagens pela MrBookmarker.com-SportsTech e Unibet.com, em 2007 transferiu-se para a equipa Professional Continental Landbouwkrediet-Tönissteiner.

www.davidboucher.be

Jussi Veikkanen

Quatro vezes campeão Finlandês, é um verdadeiro faz-tudo. Para além dos seus títulos nacionais, vestiu ainda a camisola às bolas durante três etapas do Tour de France. Transferiu-se da equipa Francesa pró Française des Jeux e representa uma mais valia no reforça da equipa Omega-Pharma-Lotto.

www.jussiveikkanen.com

Oscar Pujol

Após dois anos na equipa Suiça Cervélo Test Team o Espanhol Oscar Puiol transferiu-se agora para a Bélgica. Na sua primeira prova pr etapas de três semanas, a Vuelta a España, terminou num credível 66º lugar.

Philippe Gilbert vence em Toledo!

Sábado, Setembro 18th, 2010

Aos comandos da nova Canyon Aeroad, Phil Gilbert da Omega Pharma-Lotto arrebatou a sua segunda vitória na Vuelta na etapa de Sexta-feira em Toledo. Num final difícil, foi preciso todo o empenho para levar a vitória. A 500 metros da linha da meta, Phil deixou para trás o pelotão e apenas o sprinter da Garmin Farrar foi capaz de seguir na sua roda.

Após a sua vitória em Toledo, Phil disse aos media “Foi um final muito bom, muito técnico e, tive uma grande ajuda da minha equipa de forma a ficar na melhor posição antes da subida final. Depois disso, houve alguns ataques de diferentes corredores mas, mantive-me calmo e concentrei-me no meu verdadeiro objectivo que foi o sprint.”

Etapa 19: Piedrahita-Toledo / 231.2km
1. Philippe Gilbert (Bel) Omega Pharma-Lotto 5h43’41″

Pele de galinha e outros momentos emotivos

Quinta, Julho 22nd, 2010

Quando ouvir pelas ondas de rádio da Radio Shack, “Vai Lance, vai-te a ele, é a última subida da tua carreira”, não estarei onde está a acção. Saberei o que aconteceu na frente da corriga por um companheiro de equipa de Lance Armstrong.

Foi a última subida desta edição do Tour de France. Após o dia de descanso, hoje foi o último dia nos Pirinéus com final no alto no Col du Tourmalet. esta etapa terminou a 2115 metros acima do nível do mar e, uma vez mais, tivemos um bom desempenho enquanto equipa. Jurgen VDB em particular, batalhou até à meta e serrou os seus dentes. Foi, no entanto, capaz de defender a sua 5ª posição na classificação geral.

Um número inacreditável de fãs inundou as estradas em todas as etapas de montanha. No entanto, hoje, no Col du Tourmalet todos os recordes foram batidos. Quando tens de pedalar duro na estreita passagem entre o público a gritar, sentes-te de alguma forma diferente. Agora e uma vez mais ficas com pele de galinha porque é uma experiência muito emocional. Nas poucas ocasiões em que o público grita o teu nome, sentes-te muito bem. É mesmo muito bom que, apesar de todas as polémicas à volta do desporto, ainda existam pessoas suficientes que conseguem distinguir o preto do branco. E, torna-se claro para mim que vale a pena seguir porque, lá fora, há pessoas suficientes que não te julgam pelo que está escrito nos media. Há muita gente que forma a sua própria opinião e, para isso, não precisa dos media.

Foi um dia de trabalho muito duro para mim e o facto de aumentar a cadência na frente da corrida é tão emotivo quanto pedalar no meio da multidão nas montanhas. Os fotógrafos capturam estes momentos com as suas câmaras, as equipas de televisão enviam imagens para todo o Mundo em directo de toda a acção da corrida. Um grande amigo meu escreveu-me recentemente e disse que foi muito bom ver-me sofrer ao vivo na T.V. Mas, a sério, graças a todos os meus amigos em casa, estou motivado para fazer sair o melhor de mim, diariamente, e estou mesmo muito feliz quando eles podem ver a minha cara mesmo quando parece, por vezes, desfigurada!

no images were found

Amanhã, espero que seja uma etapa típica cm um final em sprint para eu poder deixar-me ir no pelotão. Faltam apenas três dias e depois, o meu 6º Tour terá terminado mas, espero não ser o último.

Vê-mo-nos amanhã, Seb

Kook Eiland – Uma equipa de cozinheiros com anos de experência

Quarta, Julho 21st, 2010

O Tour de France é actualmente a corrida mais difícil em que um corredor toma parte. Não é apenas pelas 21 etapas e pelas 3 semanas seguidas de competição. Afinal, existem mais duas corridas anuais por etapas também com três semanas. No entanto, e em contraste com as outras corridas, para o Tour de France cada equipa nomeia os seus melhores corredores que têm em mente, desde o início da temporada, alcançar o maior sucesso possível neste evento de prestígio.

Nós, corredores, temos de lidar diariamente com todo o tipo de circunstâncias. As longas etapas de mais de 200 kms, o vento que pode levar a duras batalhas ou as quedas devido à chuva e, é claro, as elevadas velocidades médias e máximas. Temos ainda de lidar com etapas que, ano após ano, provaram ser duras. Os Alpes e os Pirinéus também precisam de ser superados se quisermos chegar a Paris. Isto significa que apenas temos tempo de pedalar, comer e dormir.

A alimentação é extremamente importante na vida de um ciclista profissional. Muitas equipas têm agora o seu próprio cozinheiro. Mesmo antes do Tour começar, é decidido o que os corredores precisam de comer e que tipo de alimentação terá de ser preparada. A nossa equipa de cozinheiros da “Kook Eiland” é de primeira classe. Eles estão sempre ao dispor, sabem exactamente o que fazem e preparam-nos autênticos repastos. Por vezes julgo estar a sonhar após ter travado uma etapa tão dura ou sinuosa. Senta-se à mesa e és servido vezes sem conta. Nunca tens de esperar muito até teres alguma coisa no estômago e a comida é sempre suficiente e de boa apresentação. Até nos dias de descanso, os cozinheiros preocuparam-se com o facto do almoço não ter demasiados hidratos de carbono. No final das três semanas de competição, teremos ingerido comida diversificada. Há uma coisa que, no entanto, é sempre o mesmo é a ingestão demassas e arroz ao jantar assim como panquecas e um tipo de “Torrada Francesa” ao pequeno almoço com ovos, leite e limão, frito sobre pão.

Quando voltas para casa, o normal é que ninguém cozinhe para ti seja de manhã ou à noite e, tens de ser tu a tratar da cozinha novamente. Desta forma, tal como podem ver, não somos apenas mimados com massagens diárias mas também somos surpreendidos uma e outra vez com delicias culinárias.

Vê-mo-nos amanhã, Seb

O CEO da Omega Pharma confirma as intenções de continuar com a equipa de ciclismo

Quarta, Julho 21st, 2010

Marc Coucke, CEO da Omega Pharma afirmou recentemente a um jornal Belga, Gazet van Antwerpen, que a empresa continuará a apoiar a equipa em 2012. “A Omega Pharmaestá muito satisfeita com o projecto de ciclismo, especialmente que agora o nosso nome consta nos jerseys,” comentou Coucke. “Estamos prontos para seguir com o conjunto em 2012. Apenas estamos a aguardar a confirmação da Lotaria Nacional Belga.
Não posso falar por eles mas julgo que a mudança de governo terá influência na decisão.

A Omega Pharma co-sponsorizou a equipa Lotto desde 2005. Nos primeiros dois anos foi sob o nome das suas vitaminas Davitamon, em 2007 enquanto Predictor teste de gravidez e, em 2008 enquanto Silence produtos anti-ronco. Desde 2009 utiliza o nome da empresa. Sediada em Nazareth, Bélgica, a Omega Pharma é um grande fabricante de produtos farmacêuticos e de cuidados pessoais. Foi fundada em 1987 e está presente em 35 países de todo o Mundo.

Apesar das transferências poderem ser anunciadas apenas a 1 de Setembro, o sprinter André Greipel da HTC-Columbia poderá juntar-se à Omega Pharma em 2011. “Irei correr numa equipa que estará no Tour,” disse Greipel à agência noticiosa Alemã SID. A equipa poderá ser a Omega Pharma-Lotto, cujo patrocinador Marc Coucke confirmou estarem a decorrer negociações entre a equipa e o agente de Greipel no sentido de assinar o contrato.

Greipel é o nosso Plano A, disse Coucke. “Temos corredores para as Clássicas e para as provas por etapas, agora precisamos de Greipel para os sprints.” O corredor de 28 anos, com 14 vitórias este ano, poderá trazer com ele mais elementos: Bert Grabsch e Marcel Sieberg da HTC e Robert Wagner da Skil-Shimano.