Archive for the ‘Canyon Online Team’ Category

Tirreno-Adriatico Roundup: TT & GC Success for Movistar Team

Quarta, Março 19th, 2014

It’s a busy time in the UCI WorldTour right now with the recent conclusion of stage races in France and Italy, and cycling’s one-day “monuments” looming just around the corner. Tirreno-Adriatico came to a close yesterday bringing an end to yet another successful week for Canyon riders: Movistar Team claimed 2nd in the GC and a stage victory through Nairo Quintana and Adriano Malori respectively, while Dani Moreno of Katusha put in strong performances throughout the week to finish 8th overall.

Magnificent Malori takes closing time trial

Adriano Malori / Photo: Graham Watson

A flat 9.5 km out-and-back time trial along the Adriatic coastline stood between the peloton and the end of a gruelling week of racing through the heart of Italy, which included riding up the country’s steepest road with gradients in excess of 30%. What better place then, for an Italian to triumph? Adriano Malori stunned the rest of the field aboard the Speedmax CF, powering to victory and taking some major scalps in the process.

Malori described his performance yesterday as “the most beautiful victory” of his entire life and after one glance at the results, who could disagree? The Italian overcame the elite of world time-trialling by not only beating Fabian Cancellara into 2nd place by six seconds, but also reigning Olympic Champion, Bradley Wiggins, and World Champion, Tony Martin. In his own words, “it almost feels like a dream to win in front of the best specialists in the world.”

Quintana defends 2nd place in GC    

Nairo Quintana & Dani Moreno / Photo: Graham Watson

Malori’s was not the only standout performance in yesterday’s ITT as Nairo Quintana consolidated his 2nd place in the GC, backing up his climbing performances from earlier in the race. With riders perceived as more adept time-trialists breathing down his neck, the Columbian proved yesterday he is not just exceptional in the hills by putting time into all his rivals including eventual race winner, Alberto Contador. As a key build up event ahead of the Giro d’Italia, things are heading in the right directions for Quintana’s big season goal: “I’m getting used to the way of racing in Italy, the roads, how everything works here”.

Tirreno-Adriatico: Nairo Quintana on the podium / Photo: Tim De Waele

A recent spate of time-trial equipment testing, training and wind tunnel time has paid dividends for Movistar Team. In the race’s opening TTT they surprised the rest of the field with an impressive display to finish 3rd, and in addition to Malori’s victory yesterday British national champion Alex Dowsett also finished 6th.  In a discipline where equipment plays such a vital role, the gains provided by the Speedmax CF have been backed up by three victories already in 2014.

Alex Dowsett / Photo: Graham Watson

Milan-Sanremo Preview: La Primavera kicks off 2014 monuments

In a sport with such a rich history as cycling, there are some races that transcend all others: Milan-Sanremo is one such race. Considered one of cycling’s five monuments, at a shade under 300km it is the longest race of the season, with the distance alone presenting a major obstacle to the riders in addition to the short coastal climbs that feature in its finale. As such, past winners include a wide mix of classics specialists, sprinters and GC riders.

Luca Paolini / Photo: Graham Watson

Katusha animated last year’s snow-disrupted race with an attacking display and Alexander Kristoff eventually took the sprint behind the break in brutal conditions. So far this year the Norwegian has shown good form, taking a stage win at the Tour of Oman last month, and is a good bet as a sprinter who also climbs well. Another contender from the Russian outfit is Italian classics specialist Luca Paolini, who thrives in tough conditions and will no doubt be especially motivated for his country’s biggest one day race.

Movistar Team will be backing Jose Joaquín Rojas who stood out at last week’s Paris-Nice as the most consistent rider in the whole race. Other options for the Spanish squad should the race come down to a sprint finish include Fran Ventoso and Juanjo Lobato, who already has a number of podium finishes to his name in 2014.

Canyon Pro Sports

Valverde Continues to Reign in Spain

Segunda, Março 3rd, 2014
Alejandro Valverde winning the 2014 Vuelta a Murcia / Photo: Graham Watson

One week after a commanding performance at the Vuelta a AndalucíaAlejandro Valverde clocked up his fifth win of the season and the eighth for Movistar Team on Saturday at the Vuelta a Murcia. The race marked the first occasion in the 2014 season that Nairo Quinatna and Valverde, the two leaders of Movistar Team, have lined up in the same squad together.

Aggressive tactics pay off

Right from the gun the Spanish ProTeam was in an attacking mood and was active in moves throughout the race over what was a particularly challenging and mountainous parcours. In the end it was Valverde who proved the strongest, once again making fine use of his trademark uphill finishing kick to cross the line 3 seconds ahead of his nearest rival, Tiago Machado. Jose Joaquin Rojas rounded off another strong team performance and provided a strong signal that he is back to his best following injury by taking 5th, just 7 seconds down on his teammate.

Lobato on the podium in Almería

Movistar Team continued its run of success at the following day’s Clásica de Almería, where Juanjo Lobato sprinted to 2nd place and two other riders in blue, Fran Ventoso and José Joaquín Rojas, also featuring inside the top-10.

Take a closer look at the Movistar Team bikes here.

Canyon Pro Sports

Movistar Team Victorious in Andalucía

Segunda, Fevereiro 24th, 2014
Alejandro Valverde wins Stage 1 Vuelta a Andalucía / Photo: Movistar Team

A hat-trick of stage wins, the overall and the points classification for Valverde

Movistar Team continued their impressive run of early season form in southern Spain with a commanding display to dominate the Vuelta a Andalucía. The squad got the race underway with an impressive performance in the prologue, where Valverde rode his new Speedmax CF to the fastest time with teammates Izagurre and Moreno also placing inside the top-10. Valverde was then able to unleash his trademark uphill finishing kick on the following two stages to take a hat-trick of wins and an unassailable lead in the GC. Jon Izagirre was also in the mix throughout the race eventually finishing just off the podium in fourth overall.

Teamwork the key to success

A challenging parcours took the peloton over the mountains of the Sierra Nevada, providing a real test for the squad to control the race. In spite of the determined attempts by Team Sky to blow the race to pieces on the two summit finishes and set up their leader, Richie Porte, Movistar Team held firm to deliver Valverde perfectly in the finales.  The Spaniard was keen to pay his teammates back: “After all they did for me these two days, always there, they deserved this victory.”

Alejandro Valverde in the leader's jersey at Vuelta a Andalucía / Photo: Movistar Team

Dream start to 2014

The race marked Movistar Team’s first successes on European soil for the year and takes their current win tally up to seven. This marks the best start to a season the squad has ever had since its debut four years ago as well as the dream beginning to their partnership with Canyon, who became official bike supplier in 2014. With the Spring Classics now fast approaching, results thus far would suggest that the boys in blue will definitely be among the favourites heading into the early season’s biggest one day races. Beforehand, however, Valverde will be back in action this week building his form at La Clásica de Almería and Vuelta a Murcia.

Canyon Pro Sports

Wednesday Winners: Two Victories in One Day for Canyon

Quinta, Fevereiro 20th, 2014
Alexander Kristoff wins the second stage of the 2014 Tour of Oman / Photo: Tim De Waele

When you’re only halfway through the week and your riding plans at the weekend still seem a way off, it’s easy to see why people refer to Wednesday as the “hump” day.

Nevertheless, Canyon got a mid-week boost yesterday with not one, but two victories coming from our UCI ProTeams. No sooner had Norwegian Alexander Kristoff opened Team Katusha’s 2014 victory account at the Tour of Oman when Alejandro Valverde blasted through the streets of southern Spain to take the win in the prologue of the Vuelta a Andalucia.

First win in the bag for Katusha and Kristoff 

Kristoff has clearly bounced back well from the bad luck that plagued him at the Tour of Qatar, where he crashed heavily. After finishing in the top 10 on stage one in Oman, at the end of stage two he was able to show his good early season form and tactical nous by sprinting into a block headwind in a bunch kick against a strong field.

Kristoff now sits in second place in the overall standings with the situation looking good for the coming northern classics, which the Norwegian has set among his main 2014 objectives.

Alexander Kristoff on the podium after the second stage of the 2014 Tour of Oman / Photo: Tim De Waele

TT Prep pays off for Movistar Team 

Further west in sunny southern Spain, the Vuelta a Andalucia kicked off yesterday with a technical 7.3km prologue through Almeria. Fresh from a training camp to hone their positions aboard their new Speedmax CF time trial machines, Movistar Team was able reap the rewards by placing three riders in the top 10 with Valverde now leading the race. In an exhibition of supreme bike handling, Valverde ripped through the corner-strewn course and at one point even overtook the race commissaire’s motorbike.

The Spaniard was clearly pleased with his new bit of kit, stating, “It was the first time on my new TT bike and this debut was impossible to improve. We are very satisfied with how it works.” Teammates Jon Izaguirre and Javier Moreno now sit in 3rd and 7th position respectively as the squad looks in fine nick heading into the remaining four stages.

Alejandro Valverde on his way to winning the opening prologue of the 2014 Vuelta a Andalucia / Photo: Graham Watson

Purito – Perde o título de Campeão do Mundo por apenas alguns centímetros

Segunda, Setembro 30th, 2013

Joaquim Purito Rodríguez mostrou a sua excelente forma no passado domingo no UCI World Race Championships em Tuscany. Após 270 Km bastante exigentes, com chuva, raios e trovões, Purito manteve-se no topo até ao fim da corrida. Infelizmente, após quase sete horas e meia em cima do selim, falhou o primeiro lugar e levou a prata para casa. Durante a cerimónia Purito não conseguiu evitar as lágrimas, tendo falhado o seu sonho por apenas alguns centímetros.

Apesar disso, Purito é um dos melhores na sua modalidade e o seu desempenho merece todo o nosso respeito. Parabéns Joaquim! Grande Purito!

WM 2013 Florenz // Foto: Roth Purito // Foto: Roth Purito // Foto: Roth Purito // Foto: Roth WM 2013 Florenz // Foto: Roth Purito // Foto: Roth Purito // Foto: Roth Purito // Foto: Roth Purito // Foto: Roth Oscar Freire und Purito // Foto: Roth

Giro: Katusha desfruta do primeiro dia de descanso

Terça, Maio 14th, 2013

Após nove duras etapas no Giro d’Itália 2013, a Katusha Team desfruta do dia de descanso debaixo de um céu cheio de Sol no norte de Itália. A moral da equipa é grande, depois da vitória de Luca Paolini e cinco dias em Maglia Rosa, ao que se junta a vitória de Max Belkov em Firenze.

A agenda inclui uma pequena corrida de uma hora após o pequeno-almoço para os ciclistas, e imenso trabalho para os mecânicos na limpeza e preparação das Canyon da equipa para a primeira etapa de montanha do Giro.

Maxim Belkov, Frau Gusev und Vladimir Gusev

Depois da corrida, vem o almoço, massagem, e dormida para os ciclistas da Katush Team, enquanto os mecânicos continuam o seu trabalho. Os ciclistas adoram o dia de descanso, uma vez que podem ter a visita da família.
Depois do jantar e de uma noite que começa cedo, estão prontos para a luta na Etapa 10.

Força Katusha!

Campeões da Europa – Alban Lakata e a Grand Canyon CF SLX

Segunda, Maio 13th, 2013

Foi um excelente fim-de-semana para a Canyon e a equipa Topeak-Ergon Racing Team. Alban Lakata consagrou-se campeão europeu pela segunda vez, Sally Bigham obteve a prata e a nova aquisição, Nadine Rieder, sprintou para o bronze na competição de sprint XCE. O pouco afortunado no Cape Epic, Robert Mennen, obteve um excelente 12º lugar, após um longo periodo a recuperar de uma lesão.

Após a vitória na maratona de Riva na passada semana, Alban Lakata sentiu que podia correr em direção às medalhas do campeonato europeu de maratonas em Singen. No entanto, nem ele podia acreditar que obteria o ouro. “Imaginei as possibilidades de ganhar uma medalha aqui, mas nunca pensei obter o título europeu numa corrida tão renhida e com adversários deste calibre”, explicou o mais recente campeão europeu.

Após o título europeu em 2008 e a medalha de ouro no campeonato do mundo em 2012, o mais recente título “Albanator” não é coincidência. “Era simplesmente a altura de vencer novamente. Além disso, fico extremamente motivado sempre que os meus amigos e fãs me apoiam na corrida e o estatuto do BTT na Alemanha é bastante elevado atualmente.”

XC EM Singen

Terceira medalha de prata para Sally
A ciclista da Topeak-Ergon, Sally Bigham, também obteve resultados positivos, apesar do frio que ditou a corrida desde o início. Na segunda subida posicionou-se no topo do trio que liderava a corrida. Após 28 quilómetros, o trio tinha já uma vantagem de dois minutos em relação ao resto do grupo. Sabine Spitz foi deixada para trás, e a corrida foi uma dupla luta entre Esther Süss e Sally Bigham. No final Sally só pode estar satisfeita com um credível segundo lugar.

XC EM Singen

Bronze no sprint para Nadine
Nadine Rieder também causou alguma polémica nos campeonatos alemães, na competição Eliminator-Sprint, ao ganhar a medalha de bronze. No entanto, a jovem de 23 anos, de Sonthofen, não estava inicialmente capaz de usufruir do seu tereceiro lugar . “Para ser honesta, esperava um pouco mais”, diz Nadine. Mas depois olhou para o futuro. “Mas agora estou ansiosa pelo sprint no meu primeiro campeonato do mundo na próxima sexta-feira.”

XC EM Singen

Estamos realmente satisfeitos pelo novo campeão do mundo Alban Lakata e pelo sucesso de toda a equipa Topeak-Ergon Racing Team.
Na próxima semana a ação continua quando a primeira Weltcup da época de 2013 acontecer. Swabian Jura aguarda os melhores ciclistas do mundo em Albstadt.

Giro: Um forte desempenho e um quarto lugar no contra-relógio por equipas

Segunda, Maio 6th, 2013

Às 16h13 os nove profissionais da Katusha conduziram as suas Speedmax CF até à rampa de partida na ilha de Ischia. O contra-relógio por equipas na etapa 2 da Volta a Itália decorreu durante 17,4 ondulantes quilómetros, terminando na pequena cidade de Forio.

Giro d'Italia - Katusha vor dem Mannschaftszeitfahren / Foto: Roth

Trofimov: “Estamos realmente satisfeitos.”
Apesar da exigente corrida, os ciclistas da Katusha seguiram em frente com rapidez e atravessaram a linha de chegada nas suas Speedmax CF com um tempo de 22,24 minutos.

Este foi um excelente tempo para a Katusha, apenas 19 segundos abaixo dos vencedores Team Sky, proporcionando um credível quarto lugar.

“Estamos muito satisfeitos com o nosso desempenho”, diz Yuriy Trofimov após a corrida. “Perdemos o pódio, mas estamos colocados mesmo atrás das grandes equipas que lutam pela vitória na geral.”
Giro d'Italia - Katusha beim Mannschaftszeitfahren / Foto: Roth

Piva: “Trabalhámos para Trofimov .”
Até o Diretor Desportivo Valerio Piva ficou impressionado com o desempenho da sua equipa. “Os nossos rapazes fizeram um excelente trabalho. Estão todos mais ou menos ao mesmo nível e extremamente motivados. O nosso objetivo é obter a vitória na geral com Yuriy Trofimov e considero que hoje fizemos muito para ajudar a sua causa.”

O ciclista da Katusha mais bem posicionado na geral é Luca Paolini em 17º lugar, 19 segundos abaixo do líder da corrida. No sprint que teve lugar na etapa 1, sábado, Paolini terminou em 12º.

Canyon e Katusha: Aprender uns com os outros, vencer juntos!
Volta a Itália 2013: Site oficial

A Team Katusha recebe a licença para o WorldTour

Sexta, Fevereiro 15th, 2013

Temos o prazer de anunciar que o Tribunal de Arbitragem para o Desporto confirmou a apelação interposta pela Katusha Team e concedeu à equipa a licença para o World Tour em 2013.

Tempräsentation Katusha am 19. Dezember 2012 in Italien

Em dezembro o pedido de licença da equipa russa tinha sido rejeitado, apesar do segundo lugar da equipa no ranking mundial, e primeiro lugar para Joaquim “Purito” Rodríguez na classificação individual. A equipa de ciclismo russa rapidamente entrou com uma apelação ao Tribunal de Arbitragem para o Desporto.
As semanas seguintes foram plenas de especulação e incerteza que, no entanto, não foram capazes de deitar abaixo o espírito de luta e vontade de vencer desta equipa. Purito demonstrou ontem que vai ser um dos melhores ciclistas em 2013 ao vencer a quarta etapa do Tour de Omã. A equipa liderada por Rodriguez estará em ação até 16 de fevereiro em Omã, lutando por lugares no pódio.

Purito gewinnt die 4. Etappe der Tour of Oman / Foto: ©TDWsport.com.

Desde o início de 2012 que a Canyon é o fornecedor oficial da equipa profissional russa. As bicicletas da equipa são a Aeroad CF, a melhor bicicleta do UCI- World Tour 2011 e 2012, o totalmente redesenhado Ultimate CF SLX, que impressiona pelos excelentes valores e um peso de sonho, e também a Speedmax CF, uma das mais rápidas e melhores bicicletas de contrarrelógio do mundo. Estes são os pré-requisitos ideais para alcançar o pódio.

Estamos realmente ansiosos pela nossa segunda época com a Katusha.

Maxi Dickerhoff, ciclista da equipa Canyon Factory Enduro

Segunda, Fevereiro 4th, 2013

Conheça Maxi Dickerhoff

Nome: Eugen-Maximilian Dickerhoff
Residência: Altenstadt (Oberbayern) / Königsbrunn (Augsburg)
Data de nascimento: 19.06.1988
BTT desde: 2002
Corredor desde: 2004

Portrait Maxi Dickerhoff / Foto: Manuel Sulzer

Olá Maxi. Damos-te as boas vindas à Canyon Factory Enduro Team.

Fala-nos um pouco de ti. Como entraste para o ciclismo? O que te fascina neste desporto?

Olá a todos. Muitos de vocês provavelmente já me conhecem como parte integrante da redação MTB News.de [IBC], portanto, não será novidade para alguns que eu tenha sido um ciclista entusiástico durante anos. Descobri o desporto de BTT quando observava o então campeão suíço de Downhill, Claudio Caluori, durante o seu treino de downhill em Graubündner Scuol em 2002, aquando das minhas férias de verão de caiaque com a minha família. A velocidade, os extremos e, acima de tudo, o manuseio da bicicleta, cativaram-me de tal forma que apenas alguns dias depois tentei descer a parte mais fácil do percurso. A diversão e o fascínio ficaram comigo até hoje.

Foste bem sucedido no meio durante anos, especialmente em downhill. Agora estás a começar a cena de enduro. O que pretendes alcançar na primeira época na Canyon Factory Enduro Team? Como vês as tuas possibilidades no Enduro World Series?

A minha formação em downhill sempre me foi útil em eventos de enduro. 80% das secções cronometradas acontecem em trilhos de downhill e, dependendo da série, não são todas fáceis. Aquele que consegue atirar-se à descida em verdadeiro estilo de downhill já possui uma excelente ajuda. O meu objetivo é posicionar-me, acima de tudo, em eventos focados no downhill, a fim de obter pontos importantes para a classificação geral na recentemente formada Enduro World Series. Com o Tibor como Team Manager, e os meus colegas de equipa Ines, Marco e Joe, estamos muito bem posicionados para obter boas classificações na geral da World Series.

Como editor da MTB-News.de [IBC] estás literalmente na fonte de informação e sempre atualizado no que se refere a novas tendências. O que pensas do desenvolvimento do enduro ao longo dos últimos anos, e para onde pensas que este desporto se está a encaminhar?

A popularidade que o enduro goza atualmente é enorme. Desconheço outra modalidade que tenha aumentado tanto como acontece com o enduro. Em todos os países as séries de enduro estão a surgir – todos elas são baseadas num formato base, semelhante ao do rally, com várias voltas e etapas intermediárias, embora muitas vezes existam grandes diferenças na interpretação dos regulamentos. Estas diferenças, dentro de uma única modalidade, não existiam no passado no desporto do ciclismo, e é esta a razão pela qual o enduro apela a tantos bikers diferentes de montanha e individuais, de todas as modalidades.
O facto é que o enduro é uma das tendências do BTT e está a aumentar na América do Norte a partir da Europa, e não o contrário, e a indústria de BTT demonstra que tem um grande futuro. Portanto, ainda há muito por fazer no futuro. Espero que a atraente diversidade do desporto de enduro permaneça por muito tempo.

Standbild Video / Film: Benni Klose

Tens conduzido o modelo de suspensão total Strive. Qual foi a tua impressão inicial? A teu ver, o que torna uma bicicleta de enduro perfeita?

A primeira impressão foi, conforme esperado, muito positiva. Agora posso determinar de antemão, com grande precisão, e com a ajuda de dados detalhados sobre a geometria, se a bicicleta é ou não adequada para mim. Eu estabeleci que pretendia um quadro longo, com um triângulo traseiro curto, um cockpit elevado e um pedaleiro baixo. A Strive possui todas estas características combinadas, e eu sabia-o porque já tinha andado a estudar esta bicicleta. A primeira volta na Strive confirmou todas as minhas expectativas.
Infelizmente, nas últimas semanas o tempo no sopé dos Alpes não jogou a nosso favor – a mistura entre a neve, chuva e frio não torna as minhas saídas com a Strive particularmente convidativas, razão pela qual não posso ainda fornecer qualquer feedback sobre a bicicleta. Mas no final de fevereiro rumaremos finalmente para Sul e serei realmente capaz de a testar e de me divertir imenso!

Veja os primeiros testes à Strive AL (filmado by Benni Klose)

Pick Up Snow Fun! von metalfreak – mehr Mountainbike-Videos

Fitness, um belo estilo de condução, energia e concentração – os lugares de enduro são consideravelmente exigentes para o ciclista. Como te preparas para a época e te manténs em forma?

Como já referi, Petrus, o Deus do tempo, parece estar bastante zangado neste momento. O tempo instável torna difícil ter um programa de treino consistente ao ar livre. Quando a neve o permite, tento fazer ski de fundo tanto quanto possível. Quando não há muita neve, vou para a lama e esse é um treino que complementa as horas que habitualmente passo no ginásio e no centro de escalada indoor.

Onde podes ser visto quando não estás a treinar na tua bicicleta?

Bem, agora não existem muitas oportunidades! Qualquer pessoa envolvida no desporto das bicicletas, quer seja um hobby ou uma profissão, não tem tempo para mais nada. No entanto, e num futuro próximo, gostaria de adquirir uma mota de cross para despejar a minha cabeça do ciclismo. E ao fazer algo totalmente alheio à bicicleta, terei comigo uma máquina fotográfica na mão, pois a fotografia é algo que realmente me ajuda a ficar longe de tudo isso.

Obrigado pelo teu tempo Maxi! Desejamos-te um início de época bem sucedido.
Mal podmos esperar!